Brasilienses querem de volta Escola de Gestão Comunitária

Escola de Gestão Comunitária - ECG, programa de governo que teve início em 2012 foi descontinuado na atual gestão de Rodrigo Rollemberg


Auditório lotado para curso de formação de síndicos - Foto: Emerson F. Tormann
Desde que foi instituída no ano de 2012 a ECG já formou mais de 4 mil pessoas. A Escola de Gestão Comunitária foi criada pelo Governo do Distrito Federal, em parceria com a Administração Regional de Brasília, atual Administração do Plano Piloto, com o intuito de apoiar o trabalho das lideranças comunitárias, por meio da capacitação profissional de zeladores, porteiros, síndicos, empreendedores, lideranças, prefeitos de quadras e membros de associações de moradores.

Estavam previstos para o início deste ano, conforme consta na página da Administração do Plano Piloto, quatro cursos da ECG. As pessoas têm feito suas inscrições através dos formulários publicados no site da Administração Regional do Plano Piloto, mas ao pedirem maiores informações ou mesmo ao comparecerem ao local das aulas são informadas de que os cursos foram cancelados.

A ECG é uma conquista da comunidade e um serviço que agrega valor à Administração Regional visto que os cursos tem o apoio de vários órgãos do GDF como CEB, CAESB, SLU, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, AGEFIS, entre outros. "Ao participar do curso de formação de síndicos percebi a complexidade que é administrar um condomínio ao mesmo tempo em que vi a necessidade de estar em sincronia com órgãos tais como o SLU tão importante para a coleta de lixo em nossa quadra" comenta a síndica Flávia da 707 Norte.

"Fiz minha inscrição e quando cheguei no local das aulas fui informada de que tinha sido cancelado o curso de porteiros. Fiquei muito chateado pois tinha esperança de ser encaminhado a uma vaga num dos tantos condomínios do DF" reclamou Ademir dos Santos (38). Com as exigências e normas que foram atualizadas nos últimos anos e que aumentam a responsabilidade dos síndicos é de suma importância a atualização de todos os que pretendem trabalhar nos condomínios. Além de ser uma ótima oportunidade de garantir uma posição no mercado de trabalho.

O Terceiro Vice Presidente da Assosindicos DF está organizando uma reunião com o novo Administrador do Plano Piloto, Igor Tokarski, e convida a todos os síndicos, porteiros e zeladores que se mobilizem. "Vamos comparecer em grande número e reivindicar junto ao administrador que reative a Escola de Gestão Comunitária tão importante para todos nós" - completa Emerson F. Tormann. A reunião está marcada para terça-feira (10) às 10h na Adm. do Plano Piloto.


Assessoria de Comunicação Assosindicos DF