Tarifa de água 9,56% mais cara a partir de junho


Adasa anuncia aumento de 9,56% sobre a tarifa residencial de água. Reajuste começa a valer a partir de 1º de junho e para empresas o aumento será de 7,47%


O anúncio de que a conta de água ficará mais cara na capital federal foi feito pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa), durante audiência pública virtual, no dia 6 de abril. Segundo a agência, a audiência teve o intuito de apresentar proposta de reajuste tarifário anual dos serviços.

Ficou acordado que o aumento para o consumo residencial será de 9,56% e para o empresarial de 7,47%. Segundo Adasa, o reajuste é necessário e a alta da inflação. A agência explica ainda que para chegar ao percentual final, foram averiguadas variações e ajustes financeiros que são diretamente ligados aos índices da inflação.

“O reajuste anual tem como base legal o contrato de concessão firmado entre a concessionária e a Adasa. Nele são considerados a variação nos custos não-gerenciáveis pela concessionária; a variação de uma cesta de índices de inflação, para corrigir o valor referente aos custos gerenciáveis reconhecidos na tarifa; e outros ajustes financeiros à modicidade tarifária ou à Caesb”, informa a assessoria de comunicação da agência.A audiência pública foi acompanhada por mais de 60 pessoas, incluindo técnicos da Caesb, membros do Conselho de Consumidores da concessionária, representantes de administrações regionais e usuários de serviços públicos. Com informações de Cláudio Ulhoa

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Especialista em inspeção predial. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Canaã Telecom

Formulário de contato