Entrega de sofá em Águas Claras gera conflito em condomínio



A entrega de um sofá na véspera do natal movimentou a internet devido à maneira inusitada com que o móvel chegou até o apartamento do comprador.

O edifício Première, na Rua 25 Sul com a Babaçu, onde o sofá deveria ser entregue não comportava a passagem do móvel, de 12 lugares.

Para conseguir ter seu produto no apartamento, o morador do condomínio precisou contar com a ajuda de um caminhão guindaste, contudo a ação acabou quebrando a calçada e estragando a área verde por onde o caminhão precisou passar.

O caso foi divulgado em um grupo de moradores no Facebook e gerou grande discussão. “Além de termos calçadas insuficientes, as que temos são destruídas por interesses particulares”, disse um usuário, indignado.

Contudo, um outro ponto da publicação também foi alvo de críticas, o fato de os dados pessoais (nome completo, profissão, número do apartamento) do proprietário do sofá terem sido divulgados na reclamação.

Com isso, o próprio proprietário do sofá se manifestou:

“Tanto eu, proprietário do apartamento, quanto a empresa e o transporte, assumiremos a correção dos danos, que também prejudicam a mim e a minha família como moradores de Águas Claras. Já estamos em contato com o pedreiro para providenciar o conserto a partir de segunda-feira, ou seja, o mais breve possível, considerando que estamos em pleno feriado”, afirmou.

Por fim, o morador reclamou da falta de empatia dos vizinhos, que divulgaram dados pessoais dele, cobrando uma posição. “O que me surpreendeu foi o fato de vizinhos do meu prédio enviarem vídeos e fotos para grupos e redes sociais sem antes ouvir minha versão ou pensar que poderiam estar no meu lugar, tentando resolver um problema que poderia ser também deles, uma vez que o prédio não comporta a entrada do móvel”, disse.

0 comentários:

Postar um comentário