Após acordo com síndicos, Ibaneis pede desculpas: “Eu me exaltei”

Na última reunião de conciliação, nesta sexta-feira (31/05/2019), GDF conduziu acordo entre urbanizadora e moradores das áreas da Fazenda Paranoazinho


O edital de adesão para a regularização dos condomínios da Fazenda Paranoazinho será lançado em até 10 dias. A partir da publicação no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), os moradores terão mais 45 dias para aderir ao processo. O Banco de Brasília (BRB) oferecerá financiamentos de até 100% dos lotes e do Imposto para Transmissão de Bens Imóveis Inter Vivos (ITBI).

As regras do edital foram definidas nesta sexta-feira (31/05/2019), no Palácio do Buriti, na última reunião de conciliação promovida pelo Governo do Distrito Federal (GDF) entre os condôminos e a empresa proprietária dos lotes, a Urbanizadora Paranoazinho (UP). Apesar de parte dos moradores ter boicotado a negociação, o governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), tomou a decisão de seguir em frente com ela.

Ibaneis bota quente em reunião: “Me desculpem a burrice dos síndicos”

Por pressão dos moradores e a pedido do GDF, a UP reduziu os valores cobrados para a regularização. Os custos médios do metro quadrado dos condomínios Contagem I, II e III serão de R$ 68,24, R$ 83,53 e R$ 120, respectivamente. No caso do Boa Vista e do Grande Colorado, serão cobrados R$ 120 e R$ 112,94.

Quem optar pelo pagamento à vista ou pelo BRB terá 15% de desconto. Nesse caso, os valores para o Solar de Athenas e Vivendas da Serra ficarão em R$ 85,81 e R$ 105,11.
Desculpas

Na reunião, o governador pediu oficialmente desculpas por ter ofendido os gestores dos condomínios na reunião de conciliação passada, quando ele disse: “Me desculpem a burrice dos síndicos”. “Peço desculpas realmente. Eu me exaltei”, assinalou o emedebista nesta sexta.

Veja os momentos mais tensos da reunião anterior, em 29 de maio:





Agora, o edital será aberto para todos os condomínios, inclusive os que não estavam presentes no encontro. “Em um acordo, todos perdem alguma coisa, mas o importante é que todos saiam vitoriosos”, comemorou.

Coordenador das reuniões de conciliação, o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Mateus Oliveira, avaliou positivamente o desfecho das negociações. “Foi o momento da conclusão de um longo processo, iniciado justamente no início deste ano, que resultou em propostas pela empresa muito abaixo de valores de mercado”, afirmou.
Preços

Segundo o diretor-presidente da UP, Ricardo Birmann, o processo de regularização atinge 4.500 lotes, espalhados em 54 condomínios na Fazenda Paranoazinho. “É a regularização pelo preço mais barato de todo DF”, pontuou. Pelas contas da empresa, 92% dos moradores pagarão o valores finais abaixo de R$ 79.999,99, sendo que 76% pagarão, no máximo, R$ 59.999,99.

0 comentários:

Postar um comentário