Escorpiões tem preocupado moradores de Águas Claras



Moradores de Águas Claras estão espantados e assustados com a quantidade de escorpiões que têm aparecido nos condomínios. Mesmo tomando todos os cuidados necessários, não conseguem se livrar desse problema




Essas imagens foram fornecidas pelo Rodolfo diretor da Amaac -Associação de Moradores e Amigos de Águas Claras. Ele trabalha em uma empresa de controle de pragas que atende vários condomínios da região.



"O que mais agrava no escorpião amarelo, que é um dos quatro tipos, além de ser mais venenoso, é que ele tem a reprodução conhecida como partenogênese onde a fêmea não depende do macho para ser fertilizada. Ainda assim é possível erradicar o escorpião dentro de um condomínio, lembrando que todas as fórmulas de combate ao escorpião geralmente tem que ser aplicadas em locais fechados", completa.

Segundo a Associação de Moradores essa região perto da estação de metrô Águas Claras é onde ocorre o maior número de reclamações sobre escorpiões nos condomínios. O bicho aparece principalmente nas caixas da rede de águas pluviais e acaba chegando até os apartamentos. Segundo a secretaria de saúde, nesses três primeiros meses do ano já foram registrados 372 acidentes envolvendo escorpiões no DF.



O Lucas mandou algumas imagens dos escorpiões no prédio onde mora. Ele disse que começou na garagem, foi para os pilotis, brinquedoteca das crianças, apareceu nos apartamentos, até que descobriram de onde vinham os escorpiões.

"Foi quando a administração foi atrás contratou uma empresa de dedetização que eu encontrar um foco na caixa d'água e na caixa de energia esse foco poderia chegar aproximadamente 200 escorpiões", afirma Lucas.

A diretoria de vigilância em saúde orienta o de sempre: manter caixas de tubulação da Caesb fechadas.



"É importante que todos os lados da casa seja sempre fechado e que não haja nenhuma abertura em portas e janelas", orienta o epidemiologista Laurício Monteiro.

Em caso de aparecer algum escorpião pode ligar para o telefone (61) 2017-1343 que uma equipe da Secretaria de Vigilância Ambiental vai a residência fazer a inspeção dos ambientes.



Foi o que fez a Elisabeth, síndica de condomínio com 296 apartamentos. Com ajuda de profissionais da Secretaria de Saúde, Elisabeth criou informativos para os moradores, contratou empresa autorizada para dedetização que faz o controle de pragas a cada quatro meses. Fora que o condomínio tem uma estrutura metálica que separa os contêineres de lixo. Essas medidas resultaram na eliminação de ocorrências com escorpiões.

"Tem mais essa questão do lixo aberto que fica dentro de um ambiente mais controlado, separado do lixo orgânico, além de contarmos com o governo do Distrito Federal que tem datas fixas da coleta do lixo. Nós também contratamos uma cooperativa de catadores que buscam nosso lixo", sugere Elisabeth

SERVIÇO

Vigilância Ambiental: ligue (61) 2017 1343 e uma equipe da vigilância ambiental vai até o lugar fazer a inspeção.

Em caso de picada procure uma unidade de saúde mais próxima da sua casa!

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Especialista em inspeção predial. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Canaã Telecom

Formulário de contato